CONTRIBUIÇÃO PARA O ESTUDO DO NEGRO EM MATO GROSSO

Edvaldo de Assis

1988

CONTRIBUIÇÃO PARA O ESTUDO DO NEGRO EM MATO GROSSO

R$ 15,00Preço

Por longos anos a História Oficial vem conspirando contra o negro brasileiro.A sua invisibilidade política, social e cultural nos compêndios escolares é a expressão desse silêncio tendencioso e parcial. 

Nesses compêndios os negros são meros figurantes do processo histórico e a sua contribuição para a nossa formação social e cultural passa quase sempre pela focalização. 

Via de regra os negros figuram como mão-de-obra, mas nada se diz sobre a sua participação na produção da vida social.

O que sabemos sobre o negro em Mato-Grosso? No início do século XIX eles constituíam cerca de 85% da população. Quase nada conhecemos sobre essa maioria, sobre os processos que determinam a sua diminuição populacional, sobre o modo regional de sua integração na sociedade de classe, sobre a sua resistência. 

Este trabalho de EDVALDO DE ASSIS é, nessa medida, duplamente oportuno. Em primeiro lugar porque resgata informações preciosas sobre o negro em Mato Grosso, oferecendo aos leitores importantes referências sobre o período da escravidão e novos elementos de análise, especialmente sobre violência branca e resistência negra. 

Em segundo lugar porque EDVALDO DE ASSIS é negro, o que confere a seu trabalho o significado especial de resgatar a memória histórica do negro, dentro da ótica do próprio segmento. A sua produção intelectual passa, portanto,pela prática sócio-cultural da afiliação étnica, revelando seu compromisso social e acadêmico com as populações afro-brasileiras e seu destino nesta sociedade pluri-étnica discricionária, em busca da superação do racismo, agora constitucionalmente crime inafiançável.

© 2019 por EdUFMT  - Editora da Universidade Federal de Mato Grosso
Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367 - Bairro Boa Esperança. Cuiabá - MT, CEP 78060-900