Ernesto Cerveira de Sena; Maria Adenir Peraro (ORGS.)

2018

RUSGA: UMA REBELIÃO NO SERTÃO - MT NO PERÍODO REGENCIAL (1831 - 1840) (2ª ED.)

R$ 55,00Preço

As revoltas da Regência estão entre os acontecimentos mais discutidos pela historiografia brasileira que trata do Brasil imperial.

Apesar de relevar a importância dessas revoltas, essa historiografia a tem concentrado as suas discussões naquelas de maior duração ou impacto político para os destinos do império brasileiro, como a Cabanagem, a Revolução Farroupilha, a Cabanada, a Sabinada e a Balaiada, além da Revolução Praieira, a última das revoltas consideradas importantes do período.

Chama atenção como as revoltas mais discutidas se desenvolveram em províncias litorâneas e de maior força política. As revoltas ocorridas em províncias afastadas ou sem força política no período, como era o caso de Mato Grosso, tiveram pouca repercussão no meio político da época, cujos reflexos estenderam à historiografia, que as tem relegado ao esquecimento ou lhes dado pouca atenção. Esse é o caso da Rusga.

O debate a cerca da Rosca que esta coletânea traz ajudará a romper essa barreira de esquecimento, realçando as peculiaridades dessa revolta, em particular a sua radicalidade e o fato de se localizar na fronteira do Império, em uma província com grandes dificuldades de acesso por parte do Estado central de então.

Com artigos ricos em documentos, com novos vieses interpretativos e cheios de possibilidades de novas pesquisas, esta coletânea sobre a Rusga vai ajudar a dar a esse tema o lugar que deve ter na historiografia que discute as demais revoltas ocorridas no Brasil no período.

© 2019 por EdUFMT  - Editora da Universidade Federal de Mato Grosso
Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367 - Bairro Boa Esperança. Cuiabá - MT, CEP 78060-900